Protocolos de segurança | Todos juntos por atendimentos seguros 🤝 Saiba mais >>

Massagens para alívio de dor e inflamação no nervo ciático

A dor no nervo ciático, ou o nervo ciático inflamado, são questões incômodas que atingem muitos brasileiros. Existem formas de evitá-las, e soluções de tratamento com métodos de massagem, alongamento, exercícios físicos, ponto de auto massagem e outras técnicas específicas que você aprende logo mais a seguir.

 

Nervo ciático


O que é nervo ciático

O nervo ciático é o maior nervo de todo corpo. Ele é formado por raízes nervosas que saem do final de nossa coluna, atravessando os glúteos e as coxas, chegando até os joelhos. Nos joelhos ele ainda se divide entre nervo tibial (medial) e fibular (lateral), até alcançar os pés.

As raízes nervosas das quais ele se origina lá na lombar são conhecidas L4, L5 (vértebras lombares), S1, S2 e S3 (vértebras na região sacral). Além disso, este nervo é responsável por controlar articulações dos quadris, joelhos e tornozelos, e também controla os músculos das pernas e dos pés.

Vértebras

Principais tipos e causas da dor no nervo ciático

Existem diferentes tipos e causas da dor no nervo ciático. A principal é a hérnia de disco, problema presente em algum dos discos de cartilagem localizado entre as vértebras. Há outras causas possíveis, porém, menos comuns de compressão do nervo ciático, ocasionada pela artrose, obesidade ou osteófitos, por exemplo.

É de extrema importância saber a real origem de sua dor ou inflamação no nervo ciático. Isto guiará todo seu tratamento, além de nortear os tipos de práticas ideais para cada caso em específico. Pessoas com obesidade por exemplo, precisam atrelar ao tratamento uma dieta balanceada.

Hérnia de disco

A hérnia de disco é uma doença que ocorre frequentemente na coluna lombar e é uma das principais causas de dor no nervo ciático. Além disto, a hérnia de disco pode gerar dor nas costas e perda de sensibilidade nos membros inferiores. 

A hérnia de disco surge quando a parte gelatinosa de um dos discos vertebrais se move por uma abertura no invólucro exterior. Existem algumas pessoas com hérnia de disco que simplesmente não sentem nenhum sintoma. No entanto, a maioria sente dores, fraqueza ou até formigamento nas pernas, pés, braços, mãos, e a dor na lombar.

Os tratamentos dependem da intensidade da dor e de outros fatores, e variam desde fisioterapia, exercícios físicos apropriados, até massagens localizadas para alívio da dor.

Artrose ou Bico de papagaio

A dor no nervo ciático pode ainda surgir quando há um mal jeito na coluna, sendo desencadeada, e agravada, principalmente em pessoas que já possuam artrose lombar, ou seja, degeneração articular na região, ou osteófitos, o famoso bico de papagaio.

Artrose ou ainda, osteoartrite, é uma doença nas articulações que que pode surgir por excesso de peso, esforço físico, ou movimentos repetitivos. A doença causa a degeneração das cartilagens e das estruturas ósseas próximas.

Já o bico de papagaio, um esporão ósseo caracterizado pelo desgaste entre as vértebras, é muito comum em idosos, por conta do desgaste no disco vertebral, o que ocasiona a formação dos osteófitos, que são estruturas ósseas que se desenvolvem ao redor das vértebras.

Obesidade

A obesidade ou excesso de peso, são fatores cruciais para o surgimento da dor no nervo ciático. Isto porque, o peso elevado tende sobrecarregar toda coluna, especialmente a lombar, provocando lesões e até mesmo a compressão dos discos entre as vértebras.

Há muitos fatores que podem levar ao excesso de peso como: fator genético, consumo de açúcar, farinhas brancas ou alimentos industrializados, problemas na tireoide ou sedentarismo, os quais devem ser levados em consideração para melhora do quadro.

Falta de exercícios físicos

A falta de exercícios físicos, ou qualquer tipo de movimentação, alongamento e fortalecimento da região, pode provocar a curto, médio ou longo prazo, um desgaste por falta de lubrificação óssea, o que acaba ocasionando na dor e muitas vezes na inflamação do nervo ciático.

É essencial a prática de ao menos 1 tipo de exercício físico toda semana. Sabe aqueles 30 minutos à noite? São perfeitos para buscar alguma prática de movimentação ou alongamento: caminhada, natação, bicicleta, escolha sua prática preferida e com liberação médica, inicie o quanto antes puder.

Sobrecarga

Carregar peso em excesso, fazer algum tipo de força que acabe sobrecarregando as costas e a lombar, ou permanecer em determinadas posições por um tempo muito prolongado, tudo pode acarretar na dor no nervo ciático e até mesmo em sua inflamação.

O problema de permanecer numa mesma posição por muitas horas seguidas e de elevar pesos excessivos, é acabar comprimindo os discos ósseos, gerando assim, a dor no nervo ciático, e a longo prazo poder produzir a inflamação na região.

Sabemos que muitas vezes pelo trabalho de cada um, é difícil mudar certos hábitos. Mas, ainda que seja difícil, procure se movimentar e trocar de posição, ainda que por poucos minutos, em alguns momentos do dia. Isso melhorará sua postura e não irá desgastar a mesma região óssea.

Quais os sintomas do nervo ciático inflamado

Sabemos que a dor e a inflamação no nervo ciático é caracterizada por uma dor que irradia desde a lombar até as pernas. Dores nas costas e formigamento são os dois sintomas principais. Ainda assim, existem outros sintomas a se considerar.

O primeiro sintoma na maioria das pessoas com nervo ciático inflamado, é a frequente dor nas costas e na região lombar. Geralmente esta dor ainda vem acompanhada de formigamento, principalmente nos membros inferiores. Nas pernas, pés e até nos glúteos, é comum ainda sentir fraqueza, sensibilidade e dormência.

Dor nas costas

A dor na região das costas característica de nervo ciático inflamado, tende a irradiar pelos glúteos, e muitas vezes, pela parte posterior de uma ou até mesmo ambas as pernas. A dor ainda é piorada com alguns determinados hábitos.

A dor pode ser localizada na região da lombar, ou subir por toda coluna. Ela piora ao se sentar e levantar, principalmente de mal jeito ou sem apoio. É comum sentir como uma queimação, formigamento, dor muscular ou dor pontiaguda no local.

Carregar peso em excesso, dormir de mal jeito, permanecer numa postura desconfortável ou sentado por um longo período, também são fatores cruciais para o surgimento da dor nas costas.

Fraqueza, sensibilidade e formigamento

É também muito comum entre as pessoas com algum tipo de problema no nervo ciático, sentir as pernas cansadas e fracas, com formigamento constante ou até mesmo sentir alguns choques através dos glúteos e/ou na perna correspondente ao mesmo lado da dor lombar.

Este sintoma ainda pode ser acompanhado de sensibilidade excessiva, onde qualquer toque ou movimento, já é o suficiente para desencadear uma dor mais profunda em toda região das pernas, pés e quadril, sentindo a fraqueza irradir pelos membros inferiores.

Como prevenir a dor no nervo ciático

Existem medidas simples e práticas que você pode praticar em casa mesmo, e que podem te ajudar prevenir o surgimento da dor e inflamação do nervo ciático. Estas indicações valiosas, fazem parte inclusive, das recomendações essenciais da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Alguns exercícios físicos e práticas de alongamento específicos são essenciais na prevenção da dor no nervo ciático. Isto porque, a movimentação permite um maior espaço entre as vértebras, além de corrigir a postura, diminuindo a compressão dos discos ósseos, e consequentemente diminuindo a dor na lombar e no nervo ciático.

Exercícios físicos

A recomendação básica e essencial é de 30 minutos diários de algum tipo de prática física. E ainda que não seja possível praticar diariamente, tente incluir ao menos 3 x na semana algum dos tipos de exercício físico indicados a seguir.

O exercício físico mais indicado para a prevenção da dor no nervo ciático é sem dúvidas a musculação. Isto porque ela busca fortalecer a região do core, o abdômen, e com isto, toda coluna vertebral fica protegida, evitando que a dor apareça. 

Para melhor resultado, é importante que a atividade seja acompanhada por um especialista ou personal trainer, e com o direcionamento de seu médico.

Alongamento

Além dos exercícios físicos para fortalecimento da região, é imprescindível que sejam combinados a eles, algum tipo de alongamento. Muitas práticas dentro da musculação já incluem uma série de alongamentos, mas você pode ainda escolher praticar o yoga ou pilates, que trazem técnicas específicas de alongamento.

Seja yoga ou pilates, o ideal é a prática de alongamento, no mínimo 2 vezes na semana, para que os efeitos sejam mais profundos, e o auxílio no tratamento seja mais eficaz. Você claro, pode praticar em casa, de preferência com auxílio de um profissional e liberação médica, trazendo ainda mais conforto a sua prática.

Como aliviar a dor no nervo ciático

Existem diversas formas de aliviar a dor e a inflamação do nervo ciático. As indicações dependem de cada indivíduo, bem como o causador de sua dor, e a intensidade do quadro. Alguns casos ainda precisarão aderir a mais de uma única forma, a fim de aliviar o sintoma.

Casos mais graves precisarão de práticas mais frequentes e de maior intensidade, além de necessitarem de acompanhamento médico. Enquanto que os quadros mais leves e iniciais, podem inclusive serem tratados em casa mesmo com algumas práticas simples que veremos a seguir.

Fisioterapia

Em alguns casos de inflamação ou dor no nervo ciático, a fisioterapia será o mais indicado. Busque sempre um profissional qualificado e com boas referências antes de iniciar seu tratamento. Isso irá garantir um tratamento mais intensificado, e uma melhora mais rápida.

Os aparelhos da fisioterapia reduzirão a inflamação, aliviarão as dores, além do tratamento contar com exercícios de fortalecimento na região para que aos poucos, os músculos estejam mais tonificados para não sobrecarregar a coluna.
Lembrando que a fisioterapia não irá substituir os exercícios físicos recomendados, mas trará um suporte ainda maior a eles.

Seu médico poderá indicar se fisioterapia é o tratamento mais adequado e dar as orientações sobre o seu tratamento para o fisioterapeuta, para o seu conforto e segurança.

Alimentos

Muitos alimentos possuem propriedade anti-inflamatória e analgésica, auxiliando no alívio dos sintomas da dor no nervo ciático. É muito simples incluí-los em suas refeições diárias: busque em cada uma, inserir ao menos um tipo de alimento com estas propriedades, além de evitar os que agravam a situação.

Alho, cebola, gengibre, sementes (gergelim, chia, linhaça), além de ervas e plantas medicinais como: hortelã, alecrim, camomila, arnica, erva baleeira, chapéu de couro, cavalinha, são incríveis analgésicos e anti-inflamatórios naturais para incluir em seu dia a dia como tempero ou ainda na forma de chá.

Alimentos gordurosos e industrializados, tendem aumentar qualquer tipo de inflamação e por isso, devem ser evitados.

Exercícios

Apesar de quando estamos sentindo dor, a vontade seja de descansar, o sedentarismo só poderá agravar seu quadro de dor no nervo ciático. O ideal, assim como é indicado para evitar o surgimento do sintoma, é que a prática de exercícios físicos e alongamento, esteja presente em todo seu tratamento.

Aqui as mesmas indicações se mantém: musculação, yoga, pilates, e ainda caminhada leve e hidroginástica, que contribuirão para melhora do quadro. Você pode escolher praticar em casa mesmo, ou um espaço e academia apropriados, mas certifique-se de estar com a liberação médica em dia antes de realizar qualquer exercício físico.

Massagem

Existem diversos tipos de práticas de massoterapia, mas algumas são específicas para o tratamento da dor no nervo ciático. As massagens adequadas têm o poder de aliviar a dor e a inflamação no nervo ciático de maneiras distintas. É o que veremos a seguir.

As massagens conseguem diminuir a dor e também a inflamação no nervo ciático, pois relaxam os músculos das costas, pernas e glúteos, diminuindo a compressão dos discos cartilaginosos. Quando associada a cremes e a aromaterapia com óleos essenciais, conseguem ainda diminuir o processo inflamatório.

Como a massagem auxilia a dor no ciático

As massagens para alívio de dor e inflamação no nervo ciático, agem de maneira efetiva por conseguirem provocar o completo relaxamento na musculatura da região, fazendo com que a compressão do nervo seja diminuída e consequentemente a dor também seja cessada.

Além disso, relaxando os músculos da lombar, pernas e glúteos, todos sintomas secundários de fraqueza, formigamento e queimação são aliviados, trazendo mais conforto para o paciente e melhorando a movimentação destes membros.

Melhores massagens para aliviar a dor no ciático

As melhores massagens para alívio de dor e inflamação do nervo ciático, precisam necessariamente possuir movimentos de pressão e deslize na coluna e demais membros afetados. A massagem clássica, a acupuntura, o shiatsu, e a massagem relaxante, são algumas indicações e entenderemos melhor o por quê, a seguir.

Clássica, acupuntura, shiatsu e relaxante, podem ainda ser combinadas entre si para trazer resultados ainda mais profundos. Independente da técnica escolhida o atendimento em casos de dores crônicas precisa de acompanhamento médico e terapeutas especializados para segurança do paciente e tratamento eficaz.

Lembrando que não recomendamos consultar exclusivamente um massoterapeuta para saber se você pode ou não realizar uma massagem para sua dor no nervo ciático. Apenas o seu médico(a) poderá te auxiliar com segurança.

Massagem clássica

Também conhecida como massagem sueca, a massagem clássica aplica cinco movimentos básicos (longos, circulares, transversais, arados e fricções) além de alongamentos. A técnica utiliza óleos para favorecer o deslizamento e o estímulo da circulação, aliviando todos sintomas de dores e desconfortos.

Massagem Clássica

Os movimentos de deslize, circulares e as fricções principalmente, da massagem clássica, promovem o relaxamento e conseguem atingir camadas profundas do corpo, aliviando a dor no nervo ciático.

A massagem clássica ainda estimula os seguintes benefícios:

• Relaxamento físico e mental

• Relaxamento muscular na região lombar

• Aumento da circulação sanguínea

• Fortalecimento do sistema imunológico

• Recupera lesões por esforço repetitivo, como a tendinite e dor no nervo ciático

• Ajuda pessoas com fibromialgia e dores crônicas

Acupuntura

A acupuntura é um tratamento milenar da Medicina Tradicional Chinesa, usada para o tratamento e prevenção de doenças, restabelecendo a harmonia do corpo através de estímulos em pontos específicos, capazes de aliviar as dores no nervo ciático, e inclusive as inflamações.

Acupuntura

Estes pontos estratégicos que a acupuntura estimula, são capazes de provocar o efeito analgésico no corpo. Quando realizado por especialistas, os pontos que recebem as agulhas serão diretamente ligados ao nervo ciático, aliviando a dor da região.

A acupuntura ainda promove:

• Alívio de tensões

• Redução do estresse e da ansiedade

• Aumento da energia e redução do cansaço físico

• Estímulo da cura natural no tratamento de sintomas, em conjunto com tratamentos médicos convencionais

• Alívio de dores no nervo ciático

• Estímulo do sistema nervoso e do fluxo energético

Shiatsu

O shiatsu é uma terapia japonesa, que, como o nome já diz (shi significa dedo e atsu, pressão), consiste em aplicar a pressão dos dedos sobre determinados pontos, inclusive da região lombar, proporcionando alívio de dores, atingindo camadas profundas do nervo ciático.

Shiatsu

 

O shiatsu é uma massagem de grande estímulo e movimentos profundos, o que faz com que a técnica seja potente no alívio de dores e tensões musculares. Além disso, os sintomas secundários de fraqueza e sensibilidade nas pernas por exemplo, são imediatamente aliviados pela técnica.

Existem inclusive outros benefícios do shiatsu, como:

• Relaxamento do corpo e da mente

• Restabelecimento da energia do corpo

• Melhora da postura física e alívio de tensões e dores no nervo ciático

• Melhora do sistema circulatório e do sistema nervoso

• Melhora do tônus muscular especialmente na região das costas

Massagem relaxante

A massagem relaxante aplica movimentos suaves e ritmados com o intuito de como o nome já diz, promover o relaxamento completo. Relaxar a musculatura e aumentar a circulação sanguínea, são fatores essenciais para alívio da dor e inflamação do nervo ciático.

Massagem Relaxante

Ao relaxar os músculos a massagem relaxante consegue diminuir a compressão dos discos ósseos, aliviando todos sintomas da dor no nervo ciático.

Além destes benefícios, a massagem relaxante ainda pode:

• Reduzir o estresse e a ansiedade

• Aliviar tensões e dores nas costas

• Estimular a circulação sanguínea

• Eliminar toxinas

Como fazer massagem para dores no nervo ciático

Existem algumas práticas de massoterapia caseira, que podem auxiliar na diminuição da dor no nervo ciático, e que quando associadas a outras práticas complementares contribuem para o alívio imediato. Você pode começar aplicando hoje mesmo de maneira simples e prática!

Comece alongando a coluna, buscando os pés com as mãos e os joelhos estendidos. Caso as mãos não encostem nos pés, relaxe até onde seu corpo permitiu chegar hoje. Permaneça na postura por alguns ciclos respiratórios.


Alongamento


Depois disso, prepare um creme neutro e espalhe na região da lombar com as palmas das mãos. Deslize as mãos de um lado para o outro em toda lombar. em seguida, feche os punhos e movimente o dorso das mãos com 
movimentos circulares exatamente no foco da dor, por mais alguns instantes.

Auto massagem



Ao final da prática, é ideal realizar uma compressa com bolsa de água quente na região da dor. A temperatura alta irá relaxar ainda mais a musculatura e atuar de maneira analgésica.

Esta é uma forma simples para alívio emergencial, mas seu quadro deve ser acompanhado por um médico especialista garantindo segurança em seu tratamento.

Ponto de massagem para aliviar dor no nervo ciático: qual o principal?

Existem alguns pontos mapeados por nosso corpo, os quais se conectam a diferentes órgãos e sistemas. Quando pressionados ou estimulados, estes pontos geram uma resposta de alívio de dor para a parte corpórea correspondente. É o que acontece quando pressionamos o ponto Ling Gu para alívio de dor no ciático.

Ponto Ling Gu

O ponto Ling Gu é também conhecido como osso do espírito, encontrado pelo médico chinês Master Tung. O ponto corresponde a alguns pontos do corpo humano, inclusive da coluna, e é por este motivo que quando estimulado da maneira correta alivia as dores no nervo ciático.

Ponto Ling Gu

Este ponto fica entre o primeiro e o segundo osso do metacarpo, na região das mãos. Existe como um “buraquinho entre o dedão e o indicador”, e é este o ponto exato do Ling Gu.O ponto Ling Gu é muito utilizado para propiciar o alívio rápido da dor ciática e lombar. A esmagadora maioria dos casos, sente uma melhora efetiva em poucos minutos de prática.

Devemos então pressionar o dedão e indicador neste ponto da mão oposta, friccionando por alguns minutos de maneira contínua. É normal sentir uma leve dor na região. Relaxe e aguarde 30 minutos antes de retomar, caso necessário.

É válido lembrar que o ponto Ling Gu deve ser estimulado na mão do lado oposto do corpo em que a dor no nervo ciático ocorre.

Não deixe sua dor no nervo ciático chegar num ponto insuportável para começar tratar. Para um tratamento duradouro, eficaz e seguro, o ideal é fazer uma sessão com um terapeuta verdadeiramente especializado em massagens terapêuticas e obter acompanhamento médico em todas fases de seu tratamento.

  

 ---

Logo In Good Hands

 

Quem somos nós? Somos a In Good Hands, o seu spa 5 estrelas para curtir no conforto e segurança de casa. Saiba mais >>  

✅ Terapeutas das principais clínicas e spas.

✅ No conforto e segurança de casa.

✅ Protocolos de segurança.

Massagens  |  Atendimentos online  |  Como funciona  |  Preços  |  Planos  |  Empresas  |  Protocolos de segurança